quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A Casinha - Levante de Música Curitibana - Os músicos












Os músicos que se apresentaram no Levante nasceram, foram criados ou simplesmente moram em Curitiba e por opção ou destino, aqui trabalham, criam e mostram a sua música.
Pela Casinha passaram bandas como Real Coletivo Dub, Molungo, Janaína Fellini, Música de Ruiz, Banda Gentileza, Universo em Verso Livre, Lívia Lakomy, Luiz Felipe Leprevost, Thiago Chaves, Felixbravo, Locomotiva Duben, MUV, Confraria da Costa e Serenô.
Nesse último Levante que acompanhei e fotografei quase todo, cantaram Leo Fressato & Ana Larousse, Lívia Lakomy, Thiago Chaves & Sobre Rolimãs, Luiz Felipe Leprevost & Troy Rossilho e Banda Gentileza.
Os bons observadores devem ter percebido que Leo Fressato e Ana Larousse cantam no clip Oração da Banda Mais Bonita da Cidade, da qual Leo Fressato é autor, assim como outras músicas interpretadas pelo grupo, como Canção Pra Não Voltar e Balada da Bailarina Torta. Já Ana Larousse está no processo de gravação de seu primeiro disco, produzido por Rodrigo Lemos.
Luiz Felipe Leprevost é poeta, dramaturgo, contista, compositor e cantor, que impressiona pela voz, presença e intensidade. No Levante ele se apresentou com seu amigo e parceiro musical Troy Rossilho, músico e compositor conhecido e respeitado na boemia curitibana e que já lançou cinco discos, todos com músicas autorais.
Este LEVANTE também terá uma nova banda de Curitiba, a Sobre Rolimãs, que traz Thiago Chaves, Alexandre Rogoski e Diego Perin. Os três já participaram e participam de vários projetos musicais na cidade e, neste novo projeto, visam usar referências do cenário alternativo para tocar músicas autorais e de compositores consagrados da cidade.
Lívia Lakomy, dessa vez sem os Piá de Prédio, representa a nova música curitibana de uma maneira bem literal, já que escreve e canta sobre Curitiba. As musicas apresentadas por ela estão contidas nos dois discos da banda Lívia e os Piá de Prédio (clique no nome para saber mais), com exceção da nova Zepellin (obviamente aquele que cruzou os céus de Curitiba na década de 1930). Nesse dia ela cantou também sobre as Polaquinas no Largo da Ordem, Gilda e o que seria o Grammy de Curitiba: estar na capa do Caderno G na edição de domingo (o que a Casinha conseguiu) e sair na principal matéria da segunda edição do Paraná TV.
Quem sabe Curitiba e os que moram aqui um dia conheçam e reconheçam o excelente trabalho desses jovens músicos e talvez então, a musica deles ganhe espaço inclusive fora desses pinheirais.
Sei que depois de adiamentos por conta do tempo, o Levante foi fechado pela Banda Gentileza (que já tem três discos gravados), uma das mais conhecidas e queridas da cidade. A Gentileza foi uma das convidadas a representar o som paranaense na última edição do Lupaluna. Não acompanhei o show deles porque a minha hérnia de disco já estava cantando mais alto.
Boa parte das informações acima eu obtive de outros blogs e da imprensa local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.