terça-feira, 22 de maio de 2012

Grupo de Caminhadas Observacionais - Água Verde - Janela do Rio




Algo muito interessante que encontramos na nossa caminhada pelo Água Verde foi uma janela! Mas o que poderia haver de interessante numa janela? Não é uma janela qualquer, mas a Janela do Rio. Não sei quem teria instalado essa janela, mas olhando por ela, não enxergamos o interior de uma casa, mas o próprio Rio Água Verde, num trecho em que ele não está canalizado.
O rio que empresta o nome ao bairro, dizem uns, foi batizado de verde porque houve uma época na qual uma fábrica de mate lançava seus efluentes diretamente no rio, o que lhe dava uma coloração esverdeada, antes desse desaguar nas águas do Rio Belém no Prado Velho. Outros dizem que o nome do rio era devido a algas que davam a cor esverdeada às suas águas.
Depois da janela, passamos por uma pinguela e de perto pude constatar que o rio já não tem nada de verde (quer por ausência de algas ou de mate) e o seu cheiro também não é nada agradável.
A janela, para quem quiser dar uma espiada, fica no encontro das ruas Amazonas, Rio de Janeiro e Otávio Francisco Dias.

8 comentários:

  1. Washington, qual é o endereço desta "janela" e da ponte? Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Oi Marcelo. A janela fica no encontro de três rua: Amazonas, Rio de Janeiro e Otávio Francisco Dias. A ponte fica ali bem perto, na D. Pedro I.

    ResponderExcluir
  3. que interessante! Adoro essas coisas inusitadas, sem função; pena que tenham escrito "janela do rio" no muro (?); certamente não foi um poeta, pois este saberia que a explicitação rouba praticamente toda a carga poética.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ayde. Tem razão, diminui a carga poética, mas por outro lado, talvez nao chamasse tanto a atenção dos passantes e o rio ficaria lá, pouco verde e pouco visto. :o)

    ResponderExcluir
  5. Oi Washington! Muito legal essa ideia de caminhadas observacionais! às vezes passamos todos os dias pelos mesmos lugares e não enxergamos coisas maravilhosas que tem por ali, por causa da correria do dia a dia. Eu também adoro explorar e enxergar coisas novas. Uma vez, quando criança, li um livro que dizia que deveríamos parar e observar coisas nunca vistas antes e olhar pro horizonte sempre... Pra abrir nossas mentes.

    ResponderExcluir
  6. Oi Marcia. Tem razão, pelo fato da caminhada ter por objetivo observar o local onde voce esta, tudo muda de figura. Eh uma atitude bastante interessante e que pode e deveria ser tomada por todos, começando pelo local onde moramos.

    ResponderExcluir
  7. Uau, muito legal!
    Vou publicar no blog da pesquisa http://retratosdobelem.blogspot.com.br/
    Abraços,
    Gabriel

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabriel. Dei apenas uma olhada no blog de vocês e parece muito legal! Vou com certeza explorar mais! Abraço.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.