quarta-feira, 2 de maio de 2012

Pessoas comuns e incomuns de Curitiba 80



Atravessando o Jardim Social vindo da Vitor Ferreira do Amaral em direção à minha casa, vi de longe essa charrete e resolvi parar para fazer algumas fotos. Os garotos ficaram curiosos pelo fato de alguém estar parado numa rua, de dentro de um carro mirando uma lente enorme neles.

2 comentários:

  1. Isso é algo que sempre me surpreende em Curitiba, esse ar provinciano. Até no centro da cidade encontramos carroças.
    Você já conhece o projeto Som na Sala do meu filho? O de abril está particularmente emocionante, porque ele musicou um poema de Neruda. Fiz um post sobre isso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Fico imaginando quando esse tipo de imagem parecera absurdo, algo do passado (como os descendentes de imigrantes vendendo verduras e ou tros produtos em suas carroças no Largo da Ordem).
    Vou dar uma olhada no seu post.

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.