segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Ponto de vista de um pássaro

Se eu decolasse do alto do prédio da Galeria Andrade e pairasse exatamente no meio da Praça Generoso Marques, veria algo muito parecido com essa foto de hoje. Parecido porque os postes, pessoas e água dos chafarizes seriam um pouco diferentes. De qualquer forma, achei bem legal ver o padrão do petit pavé desse jeito.

6 comentários:

  1. Cara, que visão man!! Merece uma aquarela. E o sujeito dormindo, bem sossegado, no banco... Sem imaginar que seu sonho de petit pavês geométricos estaria sendo imortalizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A cidade vista de cima surpreende mesmo, cenas urbanas que poucos tem acesso.

      Excluir
  2. Que foto incrível! Obrigada por nos proporcionar a visão do espaço a partir do prisma do pássaro. Ficou show. É bem como diz José Saramago no Conto da Ilha Desconhecida: "É preciso sair da ilha para ver a Ilha". Amei!! @

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.