segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Entubados!


Essa é a rotina diária de milhares de pessoas em Curitiba, pacientemente aguardar (em tubos, terminais ou ruas), os seus ligeirinhos, alimentadores, bi-articulados, inter-bairros e ônibus comuns. O sistema integrado de transporte público de Curitiba transporta em média 2 milhões de usuários diariamente em seus 2000 ônibus distribuidos nas 400 linhas. Esse sistema emprega 15 mil pessoas diretamente.
Apesar disso, mesmo tendo um sistema considerado modelo para o Brasil (e o mundo), o planejamento urbano de Curitiba está perdendo a queda de braço para a frota de carros particulares que congestionam a cidade. Hoje Curitiba já é a cidade mais motorizada do Brasil, tendo um veículo automotor para casa 1,6 habitantes (dados de 2008). Mantendo a taxa atual de crescimento da frota, o número de veículos dobrará em menos de uma década. O problema se alastra para a região metropolitana e agrava ainda mais a situação em Curitiba pelo "movimento pendular" da população dessas cidades que vêm todo o dia para Curitiba. Como tirar esses carros das ruas? Metrô? Bicicletas? Não há dúvidas que algo precisa ser feito, mas até lá, haja pulmão e paciência para suportar!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.