domingo, 12 de setembro de 2010

A sétima maravilha de Curitiba



Novamente um post sobre Ipês? Na verdade, quando os Ipês Amarelos da Rua Fagundes Varela floresceram, indicando que dias com clima mais ameno estavam por vir, fui direto na rodoviária em busca de uma foto do mais famoso ipê de Curitiba. Infelizmente ele não estava florido e achei (erroneamente) que suas flores já tinham caído. Quase duas semanas depois do post, minha irmã perguntou se eu tinha visto os ipês da Rodoviária. Disse eles estavam floridos, formando um tapete amarelo incrível e pessoas debaixo dele faziam poses para fotos. Por isso meus caros, não tenho alternativa senão falar dos ipês da Rodoviária.

Por conta dos 317 anos de Curitiba, em Março a Gazeta do Povo publicou uma matéria na qual listava as 7 Maravilhas de Curitiba, eleitas por voto direto dos leitores do jornal, baseadas em fotos feitas por fotógrafos do jornal. Se há uma coisa sem a menor condição de se obter unanimidade, são listas das melhores "sejam lá o quê". Mas, de qualquer forma, nessa eleição, o Ipê Amarelo da rodoviária de Curitiba ocupou um honroso sétimo lugar (atrás apenas de ícones como Poty, Parque Barigui, Memorial Ucraniano).

Esse ipê, quando floresce junto com seus vizinhos de jardim, proporcionam um espetáculo que dá boas vindas e adeus aos que chegam ou partem de Curitiba pela rodoviária. Em Curitiba existem apenas 51 árvores imunes ao corte e esse ipê amarelo faz parte dessa lista. Até iria listar as 51 árvores e explicar melhor como funciona essa imunidade ao corte dessas árvores, mas me ocorreu que esse seria um ótimo tópico para um outro post. Portanto, mais fotos de árvores virão!

Um comentário:

  1. Amo esas árvores! as ruas da cidade estam lindas demais com elas em flor! é um sonho ver a cor com o por do sol!

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.