segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Rua Itupava



A Rua Itupava situa-se entre a Rua Ubaldino do Amaral e a Av. Nossa Senhora da Luz, separando em seu trajeto o bairro Alto da XV dos Bairros Juvevê e Hugo Lange. Segundo o livro Ruas e histórias de Curitiba de Valério Hoerner Júnior, Itupava era um caminho que levava ao litoral (Morretes mais especificamente), que virou nome de rua em Curitiba num pequeno trecho. Itupava significa "pequena queda d' água" na lingua Tupi.  O caminho foi implantado em 1825 pela necessidade do comércio e era de difícl acesso. Quem fosse usar esse caminho, partiria do pátio da capela (Igreja da Ordem), tomando uma picada rudimentar (a Rua São Francisco), seguindo até o largo Bittencourt (Círculo Militar), para subir o morro pelo que hoje é a rua Conselheiro Araújo, contornando assim um local que era intransitável, onde hoje encontra-se o Passeio Público. Na altura de onde hoje encontra-se a rua Ubaldino do Amaral, o caminho tornava-se reto, tendo ao fundo a Serra do Mar, passando por onde é hoje o município de Quatro Barras. 

Curitiba cresceu, a Graciosa e a ferrovia Curitiba-Paranaguá foram construídas e assim, o caminho do Itupava foi abandonado. Restou a rua em Curitiba, recebendo benfeitorias de quarenta anos para cá (primeiro o curitibano antipó e depois, asfalto, semáforos, congestionamentos e tudo mais).

O caminho do Itupava hoje é uma trilha turística, partindo de Quatro Barras até Porto de Cima (em Morretes). Tendo sido sinalizado e recebido benfeitorias recentemente, tornou-se uma excelente opção para quem aprecia trilhas, caminhando por horas pela mata atlântica, descendo a serra. Se pretende fazer essa trilha, vá em grupo, tenha como lider uma pessoa que conheça o caminho muito bem, informe-se e cadastre-se no início da trilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.