sábado, 21 de abril de 2012

Pessoas comuns e incomuns de Curitiba 78


Nessa pequena escada na Alameda Cabral (quase esquina com a Cruz Machado) e nas calçadas e ruas dos arredores, meninas (talvez meninos) que trabalham na noite, esperam por uma oportunidade para ganhar o seu dinheiro. Durante o dia, pelo que podemos ver, a escada serve como um simples banco para observar a vida passar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.