sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Curitiba a partir do mirante das Mercês - NORTE


Na direção norte, observamos os bairros Pilarzinho (casa das emissoras de rádio e TV de Curitiba); São João; Taboão; e Vista Alegre.

Antiga região de chácaras de imigrantes alemães, o bairro do Pilarzinho abriga hoje alguns dos mais importantes pontos turísticos de Curitiba, como o Teatro da Ópera de Arame, a Pedreira Paulo Leminski os parques Tanguá e Tingüi, e o Memorial Ucraniano. Trata-se de um bairro eminentemente residencial, em fase acelerada de transformação urbanística. Sua população apresenta uma grande diversidade de níveis sócio-econômicos. É no Pilarzinho - bairro elevado - que está localizada a maioria das antenas de transmissão de rádio e televisão de Curitiba.

O São João, a exemplo dos bairros vizinhos Cascatinha e Butiatuvinha, iniciou com a ocupação das terras que formavam a Colônia Santa Felicidade pelos imigrantes italianos que vieram de Gênova em 1877. Nessa época, a agricultura era a principal atividade dos colonos. Mais tarde, foram desenvolvidas criações de gado e de galinha. A primeira capela do São João foi construída em 1972 e a Paróquia Santa Margarida, fundada dez anos depois.

Nem mesmo os mais antigos moradores do bairro conhecem a origem do nome Taboão. Alguns acham que foi por causa de uma tromba d’água que caiu lá, outros, que uma grossa tábua teria originado seu nome. A região do bairro Taboão é delimitada pelos bairros Abranches e Pilarzinho e pelo município de Almirante Tamandaré. Essa atual delimitação não é a mesma que existe nos registros históricos. Nessa região foi aberto o segundo cartório mais antigo de Curitiba, o Cartório Distrital de São Casemiro do Taboão que, desde 12 de maio de 1891, vem registrando a história da capital paranaense.

O bairro, situado no alto de uma colina, deve seu nome ao fato de um pioneiro ter construído, na região, sua residência, em cuja fachada escreveu “Vista Alegre”, a qual denominava a sua propriedade rural. A propriedade, muito conhecida, nomeou então o bairro todo. A partir de 1955, as chácaras começaram a dar lugar aos loteamentos, e a região que era ocupada por chacreiros, leiteiros e agricultores, desenvolvendo atividades rurais, passa a se incorporar à malha urbana de Curitiba. Atualmente, Vista Alegre não é mais só uma residência e nem a área de muitas chácaras. É um bairro situado a menos de 6 quilômetros do centro da cidade, com suas residências em estilo europeu, testemunhando a colonização italiana, alemã e polonesa.Neste bairro está localizado o Bosque Alemão, ponto turístico da cidade de Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.