sábado, 15 de agosto de 2009

Avenida Visconde de Guarapuava


Por força e vontade da Câmara Municipal, a Av. Visconde de Guarapuava assim se chamava desde o início do século 20.

Ficou resolvido dar-se o nome do Visconde à artéria que naquele tempo já se definia como das mais importantes na cidade, devido ao fato do Visconde ter hospedado Sua Majestade Imperial, Dom Pedro II, quando esse visitou o Paraná em 1880, época em que o Visconde foi contemplado com o nobre título.

Quando no auge do poder de Getúlio Vargas, os vereadores de Curitiba entenderam que seria conveniente encontrar uma rua com o tamanho e importância do ditador. Substituiu-se então o nome do Visconde pelo nome de Getúlio Vargas. O povo porém, jamais esqueceu o antigo nome.

Getúlio terminou apedado do poder e logo, atendendo ao desejo popular, a avenida voltou à denominação original, restituida estava então a Avenida Visconde de Guarapuava.

Por via das dúvidas, já que Getúlio ainda estava vivo e continuava com força política, encontrou-se uma rua ideal para a homenagem. A rua Ivahy (três quadras ao sul) prestou-se bem à necessidade. Por ser larga o suficiente para ser promovida, passou a chamar-se Avenida Getúlio Vargas.

Fonte: Livro "Ruas e histórias de Curitiba" de Valério Hoerner Júnior. Editora Artes e Textos. Curitiba, 2002

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.