quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Um novo tempo?


Hoje a Assembléia Legislativa do Paraná amanheceu ocupada por aproximadamente 100 policiais militares por determinação do Governador Beto Richa, atendendo a uma solicitação do recém eleito presidente da casa Valdir Rossoni que justifica sua solicitação como sendo necessária para "garantir incolumidade desta Alep a partir da 0h do dia 2 de fevereiro por tempo indeterminado". Especula-se que essa medida teria sido em resposta à ameaças que o novo presidente teria recebido de seguranças da casa, que teriam sido exonerados de cargos de confiança da antiga gestão.

O deputado Valdir Rossoni assumiu ontem a presidência da Assembléia Legislativa do Paraná prometendo mudanças que, se implementadas, podem enfim trazer transparência ao Poder Legislativo paranaense. Numa entrevista exclusiva, concedida ao Jornal Gazeta do Povo, o deputado adiantou que vai demitir 50% dos funcionários comissionados da administração da Casa, que não vai manter nenhum diretor da antiga gestão no cargo e que a gráfica da Assembléia será lacrada e fechada para nunca mais rodar o Diário Oficial do Legislativo. Era na gráfica que, segundo denúncias da Gazeta do Povo e da RPC TV, na série de reportagens Diários Secretos, eram “fabricadas” decisões que permitiram o desvio de até R$ 100 milhões por meio da contratação de servidores fantasmas e “laranjas”.

Mais cedo, durante discurso em plenário, o novo presidente já tinha anunciado a intenção de contratar a Fundação Getulio Vargas (FGV) para fazer uma auditoria na casa, propondo mudanças com o objetivo de moralizá-la. Disse que “Não há força ou ameaça que me afaste do caminho das mudanças”. Ele afirmou que ao implementar as mudanças na administração da Casa, alguns deputados se sentirão ofendidos ou perseguidos. Para evitar qualquer constrangimento, Rossoni deu o recado em plenário: “Não me procurem para pedir favores, para proteger alguém. Me procurem para fazer dessa Casa a mais transparente do Brasil”, disse citando um prazo de seis meses.

Fonte: Edição eletrônica do dia 02/02/2011 da Gazeta do Povo.

A foto de hoje mostra o anexo da Assembléia Legislativa do Paraná, um prédio cuja beleza não é espelhada pela conduta de muitos dos que o ocupam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.