domingo, 29 de julho de 2012

Livro Circulando por Curitiba


Livro Circulando por Curitiba
Pronac: 124399

“... onde Washington Takeuchi se revela um leitor não convencional da cidade, e faz da fotografia uma interpretação dela, é no registro dos curitibanos. ...onde nosso artista vai por caminhos insuspeitados, é ao documentar uma descontração desde sempre negada aos curitibanos. É o caso de desconfiar que esse à vontade – facilmente interpretado como hostilidade ou grosseria – simplesmente se expressa por vias diferentes da brasileira oficial...Takeuchi flagrou os curitibanos e curitibanas se abraçando e beijando, casais aos amassos, namorando, tocando música e dançando na rua, filmando e fotografando, simplesmente conversando sobre o clima, vadiando, fazendo palhaçadas – exatamente tudo o que se nega ao nosso provincianismo arraigado e assumido. Até mesmo sua própria paquera, no cenário do “Olho” vem registrada...” – Key Imaguire Jr –para o livro “Circulando por Curitiba”.

“... Adoro o trabalho de Washington porque ele não esconde esta velha Curitiba dos pequenos detalhes ao mesmo tempo em que mostra a Curitiba que já é e ainda vai ser. Urbana e caipira. Moderna e retrógrada... Minha série preferida, sobre as casas de madeira que ainda sobrevivem, traduz em imagens o que eu há muito tempo tento fazer em músicas: ser moderno ao captar a nostalgia por um passado que não vivemos...vendo a série sobre o patrimônio da cidade...tive que parar, pensar e me localizar novamente na cidade em que morei durante toda a minha vida...Você já deve ter ouvido, ou mesmo falado pra alguém, aquela velha máxima de que não existe nenhum lugar no mundo mais bonito do que Curitiba em um dia de frio e sol. As imagens de Washington me transportam para dias assim. Acho que você vai sentir algo parecido. “ Lívia Lakomy para o livro “Circulando por Curitiba”.

“... há retratos (de Curitiba) que, conquanto de amor à cidade, não enrolam ninguém – antes contam o que os fotógrafos, como artistas, conversam com ela. Não são vinculados ao discurso político, mas às impressões reais e pessoais. Gosto particularmente de três deles: o de Jack Pires, “40 clics em Curitiba”, de 1976; o de Vilma Slomp, “Curitiba Central”, de 2013; o de Washington Takeuchi, “Circulando por Curitiba”, inédito... Washington Takeuchi derruba, com suas fotos, os mitos de Curitiba como cidade hostil, habitada por gente intratável que não conversa nos pontos de ônibus... Embora utilizando cenários clássicos, sente-se um “amor à primeira vista” para captar o curioso, o bonito, o característico urbano. Os curitibanos de Washington estão à vontade em sua cidade para namorar, desfilar, fazer música, paquerar – enfim, tudo o quê, na melhor acepção buarqueana, se preconiza como brasilidade. Melhor que compor legendas louvaminheiras, as fotos têm no índice um texto mínimo, informativo mas também funcionando quase como um hai-kai de acompanhamento… ”. Key Imaguire Jr para o blog “Keynews – Coisas que ninguém quer publicar”.

Síntese do Projeto
Com início em 2009, a partir da criação do blog de fotografia Circulando por Curitiba, de Washington Takeuchi, o presente projeto consiste na publicação em livro de aproximadamente 200 imagens do cotidiano de Curitiba. Com tiragem de mil exemplares, o livro, homônimo ao blog, tem como objetivo mostrar um olhar não convencional à arquitetura, pessoas e rotina da capital paranaense.

Objetivos específicos
          Mostrar a dinâmica e o jeito de ser de Curitiba, dos curitibanos e emigrantes no seu dia a dia;
     Mostrar a diversidade cultural da cidade como uma mescla de etnias que formam e transformam a cidade diariamente;
 Proporcionar uma visão fotográfica dos elementos estéticos, naturais e sociais que passam despercebidos do olhar rotineiro;
Instigar a reflexão e contemplação de uma cidade rica histórica e culturalmente como Curitiba a partir de fotografias que desvendam detalhes e momentos valiosos em lugares comuns.

Democratização de acesso
Além da doação de 10% da tiragem da obra a bibliotecas listadas pelo MINC e ao acervo e entidades vinculadas ao Ministério da Cultura, também serão destinados outros 20% para bibliotecas e escolas públicas de Curitiba e do interior do Paraná – as quais propiciam o acesso gratuito ao produto, para pesquisas e demais atividades educativas –, e museus e instituições que atuem de acordo com o segmento de interesse do livro. Ainda serão destinados mais 10% da tiragem para os patrocinadores que tornarão possível o presente projeto.

A realização desta obra
·         Torna acessível a toda a comunidade o conhecimento da trajetória histórica e vida atual da cidade de Curitiba;
·        Permite a valorização do fazer e pensar artístico do curitibano dentro do contexto sociocultural regional;
·        Cria um instrumento formador de opinião e de cidadania;
·        Estimula o Turismo e a divulgação da cidade como um todo.

Apoio ao projeto
Para participar deste projeto na qualidade de apoiador, sua empresa poderá adquirir cotas de patrocínio.

Contrapartida
Sua marca presente em:
·         Livro
·         Flyers
·         Convites
·         Banners
·         Site do projeto
·         Blog e site do fotografo
·         Exposição de lançamento
·         Citação em entrevistas e coletivas de imprensa.
·         Cessão de exemplares do livro para uso e distribuição promocional do patrocinador.

Isenção fiscal
A realização deste projeto está contemplado com os benefícios concedidos pela Lei Federal 8.313, da Lei Rouanet, oferecendo aos seus apoiadores a possibilidade de desconto de 100% dos valores doados no limite de 6% do Imposto de Renda devido.

Contatos e informações
Washington Takeuchi
wctakeuchi@gmail.com
41 9113-6478

Luiz Antonio Guinski
Quadrante Editorial
guinskimail@gmail.com
41 9971-7999 3078-5713

42 comentários:

  1. Parabéns, Takeuchi. Um livro marcará concretamente as suas circuladas por Curitiba, porque virtualmente todo dia você nos leva para passear pela querida cidade.

    Tenho certeza de que a captação de recursos logo será um sucesso; quero em breve estender a mão para um cumprimento e, também, para pegar um exemplar do seu livro, prezado blogueiro.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Professora. Espero que o projeto progrida e se assim for, será um prazer lhe entregar um exemplar.

    ResponderExcluir
  3. Mal posso esperar! Parabens, meu amigo, vai ser um sucesso. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Boa sorte, Washington! Parabéns pela conquista até o momento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Gina! Espero que consiga viabilizar o projeto.

      Excluir
  5. Nossa! Que alegria!
    Vou torcer para dar tudo certo porque vou querer um livro desse.
    Adoro tudo , só me falta a organização para visitar os lugares que você coloca no blog.
    Vai ser um sucesso!
    Abraços.
    Silvia Rita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvia! Obrigado.

      No momento a complicação eh achar empresas que queiram destinar parte de seu imposto de renda devido para esse projeto. Mas tenho fé que dara certo.

      Abraco.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Oi Jô! Pois é, fiquei bem feliz. Estou agora na luta para conseguir patrocínio, o que apesar da lei Rouanet, não é algo fácil. Caso tenha algum contato em alguma grande empresa, me avisa!

      Excluir
  7. TakeUchi.

    Como faço para adquirir o Livro?
    Moro em Cambara, norte do estado. Aqui exerço a função de tabelião de notas. Amo Curitiba. Nao posso ficar sem seu Livro.
    Abraço,
    João-Baptista Ribeiro Machado.
    jbrmachado@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi João. O livro não saiu ainda. Estou na fase de busca de patrocinador (o que é bem mais complicado do que eu imaginava). Mas se sair um dia, seria um prazer lhe enviar um exemplar.

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. sugestao: cria uma pagina no facebook do circulando por curitiba, pra dar maior divulgacao do seu excelente trabalho. Nao tenho empresa para fornece-lhe patrocinio, mas tambem estou ansioso para a saída do seu livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jullian. Obrigado pela sugestão. Sou bem leigo no FB, mas vou tentar estudar como fazer essa ponte entre o blog e a pagina no FB. Abraco.

      Excluir
    2. Pagina no FB criada! Valeu pela dica! Abraco.

      Excluir
  10. Respostas
    1. Muito obrigado Bárbara. Estamos na luta para achar os parceiros.

      Excluir
  11. Que excelente notícia, Washington! Conte quando que estarei na fila dos autógrafos!

    ResponderExcluir
  12. Sempre que possível acompanho seus posts.
    Espero que consiga mais patrocinadores e lance o livro.
    Aguardo por novidades a respeito do mesmo. Se possivel gostaria de adquirir um exemplar- quando lançado, claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi S.
      Assim tambem espero!
      Certamente terei um livro reservado para cada pessoa que prestigia esse blog!

      Excluir
  13. Olá...cheguei atrasada, mas mesmo assim parabéns pelo seu sucesso, que com certeza virá, pois vc merece por todo esforço e iniciativa que tens prestado para a nossa cultura, não só da nossa linda e querida cidade, mas como para todo País...espero ter conseguido patrocínio...felicidades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou tentando, mas tem sido bem mais complicado do que eu esperava.

      Excluir
  14. Bom dia Washington,
    Em primeiro lugar parabéns pelo seu blog, onde posso viver muitos momentos inesquecíveis nesta nossa cidade de coração, digo isto, por que nasci em Campo Largo-PR, mas vivi quase toda a minha infânica em Curitiba.
    Hoje moro em Brasília há 23 anos e todos os dias acesso o seu site para relembrar cada esquina que passei por meio da sua fotos.
    Em segundo lugar, caso queira tentar um patrocínio, eu indico a ECT - Empresa Brasileira de Correios e Telegráfos.
    Um grande abraço e fique com Deus.

    Aguinaldo Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aguinaldo. Obrigado pode circular pelo blog e matar a sua saudade! Fico feliz.
      Quanto a EBCT, vou pesquisar se ele possuem algum programa de incentivo à cultura no qual eu possa enquadrar o projeto.
      Abraço!

      Excluir
  15. Olá Washington,
    Parabéns pelo blog e pelo livro!

    Gostaria de lhe dar uma dica:
    há uma casa de madeira muito interessante no Bigorrilho (Champagnat). Pelo que vi, ela ainda não faz parte de seu blog.

    A família que mora nela é de descendência ucraniana.
    Fica na rua Frederico Cantarelli, altura do número 300 (pintada de azul c/ amarelo).
    Espero que goste.

    abs,
    Fernanda Nogas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda. Obrigado pela dica. Vou conferir assim que puder.

      Excluir
  16. Boa noite.

    Como anda o projeto do livro? Me interesso também pelo livro e por ajudar a divulgá-lo, mesmo que ainda um projeto.

    Grandes fotos e textos.

    Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José Luiz. Estamos tendo agora apoio para buscar patrocinadores. Acho que teremos boas novas.
      Grande abraço e obrigado.

      Excluir
  17. Olá, Washington!
    Já conseguiu patrocínio? Também estou ansiosa pelo livro.Enquanto escrevia um comentário sobre a casa misteriosa do Batel, fiquei imaginando o quão interessante seria encontrar um livro com fotos de casas em Curitiba. Eis que ao olhar o restante do blog, descubro que você já pensou nisso! Que legal! Não vejo a hora de ter um exemplar em minhas mãos!

    Gostei muito do seu blog! Descobri-o no ano passado, quando tentava achar na internet as caminhadas observacionais por Curitiba, do Mário Freitas. Dei uma olhadinha rápida porque, naquele momento, meu objetivo era outro. Depois acabei esquecendo de visitar o blog outras vezes. Porém, hoje, vi no Facebook de uma amiga a foto da casa da José de Alencar e menção ao Circulando por Curitiba. Aí me lembrei que já havia passado por aqui uma vez. Resolvi olhar tudo e estou adorando suas postagens! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Anna! Que bom que voltou a circular pelo blog! Fico nem feliz. Quanto ao patrocínio, estamos trabalhando para que aconteça! Sei que será fabuloso dar de presente para Curitiba esse livro!

      Excluir
    2. Oi Washington! Com certeza! Há muitas pessoas que irão adorar seu livro porque suas fotos são maravilhosas! Não me canso de admirá-las! Adoro fotografia, arquitetura, natureza e história! Você juntou tudo isso no seu blog com maestria! Estou me deliciando com cada uma das postagens e animada esperando pelas próximas! Faço votos que apareçam patrocinadores que se empolguem com sua obra. Ficarei na torcida!!!

      Excluir
  18. Oi Washington, uma dica. Como uma segunda opção, você pode tentar um financiamento coletivo pelo Catarse.me. Se tiver alguns conhecidos no Facebook que lhe ajudarem a divulgar, é possível levar a diante, vendendo o livro antes da publicação e através desta arrecadação, efetuar a publicação. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa. É uma possibilidade a ser considerada. Obrigado pela dica.

      Excluir
  19. Oi Washington, sugiro o uso de plataformas de crowdfunding. Elas tem se mostrado muito eficazes na concretização de vários projetos. Sites como o Benfeitoria (http://benfeitoria.com/) ou o Catarse (http://catarse.me/) são perfeitos para tua empreitada, não sei se você conhece, mas se desconhecer fica a sugestão. Sugiro que pense em algo legal de contrapartida para as pessoas e tenho certeza que dará certo. Seu trabalho de fotógrafo urbano é grande e será reconhecido por ele mesmo! Se precisar de alguém para fazer o projeto gráfico do livro, sou designer gráfico e tenho a maior vontade de participar do projeto! No mais, boa sorte e um forte abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E conheço também uma pessoa que produz vídeos muito bem!!! Se te interessar pra uma campanha de crowdfunding, também fale comigo! Abraços!

      Excluir
    2. Oi Luiz. O projeto foi estruturado para utilizar-se da Lei Rouanet, tendo a Quadrante Editorial como responsável pelo projeto gráfico.
      O financiamento coletivo é uma opção que pode ser considerada, dependendo de como o projeto atual evoluir.
      Agradeço muito pelas informações, tenha certeza que as guardarei!
      Abraço.

      Excluir
  20. Prezado amigo, como está o livro?
    Já têm o nº do pronac.
    Saudações
    Aguinaldo Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aguinaldo. Tenho o PRONAC sim. Renovei o prazo de captação pela ultima vez esse ano. Dezembro desse ano termina o meu prazo para tornar esse sonho uma realidade. Abraço.

      Excluir

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.