terça-feira, 3 de julho de 2012

MuMA em Julho







Para o mês de julho, a agenda do centro cultural está lotada, o que garante uma programação permanente durante as férias escolares. O MuMA, que volta a receber o nome de Museu Municipal de Arte, ao invés de Museu Metropolitano de Arte, como chegou a ser conhecido durante um determinado período, recomeça as suas atividades com três exposições do acervo do município, composto no total por 3.800 obras de arte. Com o fim da reforma, todas essas obras voltam a ficar acondicionadas na reserva técnica do MuMA.

A seleção feita para as exposições de inauguração está dividida em dois diferentes períodos históricos – o final do século 19 até os anos 1970, compreendendo trabalhos de Alfredo Andersen, Guido Viaro, Theodoro De Bona, Miguel Bakun, entre outros, e a partir dos anos 1980, reunindo a criação artística mais contemporânea, representada por Geraldo Leão, Rossana Guimarães, Mazé Mendes, Edílson Viriato, Eliane Prolik, Leila Pugnaloni e outros. A terceira exposição é composta por obras da Coleção Célia e Poty Lazzarotto, que deu origem ao Museu Municipal de Arte quando foi doada ao município em 1986. Nesta coleção estão algumas preciosidades do acervo – Picasso, Di Cavalcanti, Portinari, Guignard, Pancetti, Djanira, Aldemir Martins, Goeldi, Inimá de Paula e muitos outros.O Cine Guarani volta a fazer parte do circuito de cinema da Fundação Cultural, com uma programação que privilegia produções independentes e mostras especiais, acrescida de um diferencial – sessões às 16h voltadas ao público infanto-juvenil. Assim como a Cinemateca de Curitiba, o Cine Guarani também terá sessões dirigidas para escolas e programas sociais da comunidade. Os ingressos têm preços bem acessíveis, a R$ 5, R$ 2,50 (meia-entrada) e R$ 1 (aos domingos).

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou desse post? Seu comentário é muito bem-vindo.